Terapia Ocupacional

Terapia Ocupacional

A Fale Connosco disponibiliza o serviço de terapia ocupacional, o qual tem como principal objetivo promover a saúde e o bem-estar através das atividades adequadas às necessidades de cada pessoa.

O plano de intervenção (que pode ter uma abordagem multidisciplinar e integrar serviços de terapia da fala, fisioterapia ou psicologia) é sempre feito à medida das limitações de cada criança, adolescente, adulto ou idoso e pode incluir os seguintes cuidados:

  • Treino e reabilitação da função
  • Orientação dos respetivos cuidadores
  • Adaptação de utensílios e de mobiliário
  • Treino das atividades da vida diária
  • Mudanças físicas no ambiente onde a pessoa realiza as suas atividades.

 

Quando marcar consulta de terapia ocupacional?

É aconselhado marcar uma consulta de terapia ocupacional quando, em qualquer idade, alguma condição clínica (motora, cognitiva, emocional ou social) implicar dificuldade na realização das atividades do dia-a-dia, nomeadamente: cozinhar, vestir, comer, brincar, aprender, correr…

A terapia ocupacional pediátrica maximiza o potencial de cada criança ou adolescente para que este possa ser independente nas suas tarefas diárias em casa, na escola ou na comunidade, tal como o brincar, nos autocuidados, escrita ou alimentação.

Desta forma, a intervenção do terapeuta ocupacional nos menores visa essencialmente promover o desenvolvimento das competências motoras, cognitivo-percetivas e sensoriais em défice.

Para isso, são feitos jogos/atividades terapêuticas, treino do desempenho das várias tarefas da vida diária e também, em algumas situações, mudanças no ambiente ou nos equipamentos.

De referir que neste tipo de tratamento o envolvimento e a cooperação da família e da escola são essenciais para que todo o processo de terapia ocupacional pediátrica seja o mais rápido e eficaz possível.

 

Sintomas a ter em conta:

  • Dificuldade no brincar
  • Dificuldades no controlo motor
  • Dificuldades de aprendizagem
  • Dificuldades na coordenação olho/mão
  • Dificuldade em acalmar-se ou autocontrolar-se
  • Dificuldade na motricidade global (ex.: correr e saltar)
  • Dificuldade em manter a atenção, manter-se sentado
  • Independência limitada na realização dos autocuidados
  • Dificuldade em aceitar a mudança na rotina ou no ambiente
  • Dificuldade na motricidade fina (ex.: desenhar, escrever, pintar)
  • Dificuldades de receção e reposta aos estímulos sensoriais (integração sensorial).
do my homework for me online

Parcerias

Brevemente Disponível